Vídeos Corporativos – Cada vez mais utilizados nas empresas de todo porte

  • Vídeos Corporativos – Cada vez mais utilizados nas empresas de todo porte | Gravaton

O termo vídeo corporativo é empregado, de uma forma mais abrangente, para definir os diferentes tipos de vídeos utilizados na veiculação de mensagens internas e externas das empresas.
Há poucos anos atrás, somente empresas de médio e grande porte utilizavam os vídeos corporativos com mais frequência. Atualmente, com os avanços tecnológicos e a diminuição dos custos de equipamentos profissionais de produção audiovisual, um número maior de produtoras de vídeo passou a ofertar os seus serviços ao mercado e, com isso, também as pequenas empresas começaram a usufruir dos benefícios que esse tipo de comunicação proporciona.

Principais tipos de vídeos corporativos

Os vídeos corporativos são utilizados em múltiplas finalidades; veja abaixo os tipos mais utilizados pelas empresas atualmente:

Vídeos institucionais

Os vídeos institucionais são normalmente identificados como vídeos de não propaganda. O objetivo da maioria dos vídeos institucionais é trabalhar o fortalecimento da marca da empresa, ao contar a sua história, sua missão e seus valores. Atualmente, a maioria dos vídeos institucionais é publicada nos sites da empresas e distribuída por meio de mídias sociais ou email marketing.

Vídeos promocionais

Como o próprio nome diz, os vídeos promocionais são utilizados para promover a empresa e seus produtos e serviços junto ao seu público alvo, seja através de veiculações patrocinadas na TV e Internet, ou organicamente em suas propriedades web, como sites, páginas e perfis sociais. Por exemplo, o vídeo promocional de 30´ produzido recentemente pela Gravaton para o restaurante Caramél de Uberlândia:

Vídeos de treinamento

Os vídeos de treinamento são de múltiplos usos nas empresas! São muito utilizados pela área de Recursos Humanos para treinamentos diversos de seus colaboradores, sejam em rotinas administrativas, processos industriais, etc. Uma grande vantagem dos vídeos de treinamentos é a possibilidade de redução dos custos de qualificação e treinamentos de equipes pois, uma vez produzidos, podem ser utilizados inúmeras vezes. Além de muito mais flexibilidade, certamente, os custos totais serão muito menores que inúmeros treinamentos presenciais conduzidos repetidamente.

Quer conhecer mais a respeito? Veja como a produção de vídeos de treinamentos pode aumentar a eficiência da sua empresa.

Vídeos para comunicação interna

Não somente pela eficácia na comunicação da mensagem desejada, com a utilização de imagem, voz e recursos gráficos, os vídeos para comunicação interna nas empresas, podem ser facilmente visualizados pela maioria de seus colaboradores através de seus celulares. E aplicativos de comunicação, como o WhatsApp, podem ser grandes aliados na divulgação desses vídeos, mesmo em um ambiente controlado de visualização.

Vídeos para eventos

Os vídeos para eventos são criados para fornecer informações aos participantes de feiras e eventos corporativos. São reproduzidos durante apresentações, em stands ou exibidos em outros locais ao redor do local da conferência. Um exemplo disso é o vídeo criado pela Gravaton, utilizando técnicas de motion graphics, para o evento 5C Day da Cargill:

O processo de produção de vídeos corporativos

Os processos pelo quais os vídeos corporativos são produzidos dependem de vários fatores. Isso inclui a natureza do projeto, se o vídeo está sendo produzido por uma equipe interna ou por uma agência externa e que tipo de vídeo está sendo produzido. Abaixo, uma breve visão geral do processo quando um cliente corporativo opta por trabalhar com uma produtora de vídeo, como a Gravaton.

1. Briefing

O processo de produção de um vídeo corporativo geralmente começa com uma consulta inicial do cliente. Nessa fase, o cliente clarifica o objetivo do vídeo, bem como o público que a empresa deseja alcançar e como deseja comunicar a mensagem. A partir desse ponto, a Gravaton fornecerá uma cotação firme ou uma estimativa de quanto custaria a produção do vídeo desejado.

2. Desenvolvimento do conceito do vídeo

Com o briefing em mãos, a Gravaton trabalhará então no desenvolvimento do conceito do vídeo em mais detalhes. Isso compreende qual a melhor maneira de se comunicar com o público-alvo e atingir o objetivo desejado. Nessa fase, haverá um diálogo intenso entre o cliente e a Gravaton, à medida que o conceito do vídeo vai se consolidando.

3. Storyboard

Para as produções mais simples, na maioria das vezes não há necessidade de se desenvolver um storyboard – desenhos em sequência de como as cenas serão filmadas. No entanto, em produções mais elaboradas, os custos com equipamentos, atores e outros recursos são normalmente maiores e, assim, é importante que se minimize o tempo de filmagem a partir de um planejamento de cena mais elaborado. Nesses casos, um bom storyboard será de grande valia no planejamento de produção.

4. Planejamento da produção

Essa fase inclui a definição de um cronograma de ações, a organização de logística, contratação de equipamentos especiais, a audição de atores, entre outras. As linhas de tempo são extremamente importantes porque é preciso ter tempo suficiente para que o cliente forneça feedbacks, sem que se comprometa a data final de entrega do projeto.

5. Definindo o set de filmagem

Etapa particularmente importante nos projetos que envolvem filmagens externas. Um reconhecimento prévio dos locais das filmagens é importante para identificar quaisquer problemas que possam interferir na filmagem, como ruído ambiente, brilho ou tráfego de pedestres.

6. Filmando

Antes das câmeras começarem a rodar, a equipe de produção precisará de tempo para se preparar, certificando-se de que todos os procedimentos de segurança estão sendo seguidos. Os atores serão preparados e orientados e cada cena filmada é iniciada com uma claquete, utilizada para identificar a cena e sincronizar o som.

7. Editando e finalizando o vídeo

Nessa fase, as cenas gravadas serão transferidas dos cartões das câmeras para as unidades de disco da ilha de edição. Os editores irão cortar as imagens para criar uma primeira montagem, incluindo os efeitos especiais desejados. Após um feedback do cliente, haverá um segundo rascunho do vídeo. Em seguida, o vídeo será renderizado com total qualidade de mestre. Se o cliente estiver satisfeito, ele assinará a versão final e o projeto será concluído.

A cada dia, novas tecnologias de vídeo e plataformas on-line fornecem maneiras inovadoras de comunicação. Os principais sites de mídia social como Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter tem experimentado um crescimento exponencial no consumo de vídeo, tornando os vídeos corporativos um meio valioso para as empresas se comunicarem com seus públicos internos e externos.

2018-12-18T15:35:17-03:0017 dezembro, 2018|Categorias: Produção de Vídeo|Tags: , , , |